Pular para o conteúdo principal

Motivos para ler "Os Condenados" (2016), um livro de Andrew Pyper

Instigante, aterrorizante, impressionante, criativo e cativante. Andrew Pyper conduz o leitor pela história de maneira magistral. "Os Condenados" apresenta uma aventura muito interessante, personagens complexos e bem construídos e uma narrativa que flui de forma impecável.


Danny Orchard é um tipo de celebridade dos assuntos pós morte. Ele escreveu um livro que se tornou best seller e, desde então, está sempre participando de encontros em grupos de apoio e palestrando sobre o assunto. Acontece que Danny teve uma experiência de quase morte. Como é de se esperar, sua vida nunca mais foi a mesma. Principalmente porque ele perdeu sua irmã gêmea, Ashleigh, na ocasião. Também porque ele não a perdeu totalmente. Mesmo depois de morta, Ashleigh continua visitando Danny. Mesmo depois de 20 anos no inferno, Ashleigh continua manipulando a vida de Danny, tornando-o cada vez mais solitário, para o seu prazer.

Os Condenados foi o meu primeiro contato com as escritas de Andrew Pyper e eu fiquei extremamente impressionada. O autor conduz a história magistralmente. As doses de suspense e terror são na medida certa. Ele consegue cativar o leitor e nos levar ao mundo que propõe, causando emoções genuínas. O suspense não é arrastado, sendo entregue pequenas recompensas durante a leitura que agradam na mesma medida em que instigam.

Veja abaixo alguns bons motivos para se aventurar nessa leitura.

A Narrativa

Andrew Pyper utiliza aqui uma narrativa rápida e fluída, mas que não se torna corrida, entregando a história de forma tranquila e recompensadora. Não nos causa a sensação de cansaço ou de que algo está faltando. O livro é todo escrito em primeira pessoa, facilitando nossa imersão uma vez que nos entregamos à aventura junto com Danny, o personagem principal. Os momentos de entrega e tensão estão no ponto exato para agradar o leitor. Os cenários e acontecimentos na dimensão do pós vida são descritos de forma extremamente gráfica permitindo que uma cena seja mentalmente visualizada com mais vivacidade.

O Pós Vida e Suas Particularidades

O autor, apesar de flertar com um tema há muito explorado e amplamente discutido, consegue trazer uma proposta deveras interessante e criativa. O pós vida proposto por Andrew Pyper possui um caráter mais intimista. O céu e inferno são particulares, construídos com base em experiências e sentimentos pessoais podendo, portanto, ser alterado conforme os anos passam e as experiências e sentimentos mudam. Com isso, o mundo do lado de lá nunca será enfadonho ou igual ao que já vimos antes. É sempre muito interessante, divertido e surpreendente ver o que os personagens encontram na dimensão céu/inferno particular. Esse conceito também traz uma proposta de conhecimento pessoal que poucas obras do gênero conseguem trabalhar. Durante a leitura você se pega inevitavelmente se perguntando como seria a sua experiência caso estivesse no universo de "Os Condenados".  

Um Ótimo Suspense Psicológico

Mais do que uma proposta de obra de terror, o livro é um intenso e maravilhoso suspense psicológico. Ao abordar a carga dramática e as questões psicológicas enfrentadas pelo personagem principal, não só mergulhamos no horror de viver sendo constantemente assombrado pelo espírito de uma irmã morta, como também vivenciamos a pressão e a manipulação exercida sobre o personagem. O autor aborda o abuso psicológico e os horrores que ele traz para a vítima, bem como a necessidade e, ao mesmo tempo, a incapacidade de se livrar do seu agressor. Junto com Danny, passamos grande parte da leitura preocupados com o que pode acontecer com as pessoas que o cercam e o amam, uma vez que o espírito de sua irmã não aceita que ele seja feliz.

O Trabalho Gráfico

O trabalho gráfico realizado pela Editora DarkSide é sempre um primor. Neste caso, não seria diferente. A capa e toda a diagramação são impecáveis, o que, convenhamos, torna a leitura muito mais proveitosa e faz com que a obra se enquadre na categoria de livros-que-você-definitivamente-vai-querer-ter-na-estante.

Os direitos da obra foram adquiridos pela Legendary Pictures há alguns anos, alimentando a esperança de que, em breve, possamos ver esse belo trabalho adaptado para as telonas.


Os Condenados (2016) | Ficha Técnica

Título original: The Damned (2015) 
Autor: Andrew Pyper 
Gênero: Ficção 
Tradutor: Cláudia Guimarães 
Editora: DarkSide Books 
Páginas: 336
Avaliação ★★★★☆

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"O Coringa" (2019) de Joaquin Phoenix | Análise Crítica

Existem muitos vilões icônicos da cultura pop e o Coringa, sem sombra de dúvidas, é um deles. Originalmente escrito como um personagem antagônico nas histórias do Batman, o Joker tem agora o destaque nessa obra cinematográfica dirigida por Todd Phillips. Somando um total de 11 indicações ao Oscar - incluindo de melhor filme e melhor ator, para Joaquin Phoenix - o longa é daqueles que se tornam inesquecíveis, do qual sempre haverá um cinéfilo falando sobre naquela rodinha de amigos. Ele traz diversas questões para serem discutidas e analisadas: desde o desenvolvimento de um distúrbio mental e o descaso da sociedade diante de tal problema, até a insatisfação da sociedade para com os políticos e sua forma equivocada de encarar as questões sociais das quais eles só possuem conhecimento teórico. Um Deslumbramento Cinematográfico Em termos técnicos, o filme é maravilhoso. Fotografia, figurino, trilha sonora, roteiro, atuação, direção, enfim, tudo é impecável. É um espetáculo cinema

"Dark" (2017 - 2020): o começo é o fim | Análise Crítica

Dark é uma série alemã, original da Netflix. Criada por Baran bo Odar e Jantje Friese. Teve sua primeira temporada lançada no ano de 2017. Não demorou muito para chamar a atenção do público e logo se tornou uma das séries mais comentadas. Seu enredo complexo pautado no drama dos personagens, no suspense dos desaparecimentos das crianças e na ficção científica ao abordar a viagem do tempo como um elemento principal é um prato cheio para quem gosta de tramas profundas, enigmáticas e finalizadas de forma esplendorosa. A série teve sua última temporada lançada em 2020 pelo serviço de streaming. Apesar da história complexa, intrincada, algumas vezes confusa, carregada de tramas distintas que se complementam e das diversas teorias apresentadas o seu fechamento foi muito satisfatório, pois conseguiu responder todas as questões que propôs e dar um final emocionante para os personagens, enquanto lidou com questões sociais e familiares de forma sutil e, ao mesmo tempo, muito eficaz. A história s

"Fundação", de Isaac Asimov: Apple TV+ libera teaser da adaptação de uma das maiores obras de sci-fi | Notícias

Depois de deixar os fãs de ficção científica extremamente animados com o anúncio de uma série baseada em uma das sagas mais clássicas e importantes do gênero, finalmente foi liberado um teaser de Foundation , uma das apostas do serviço de streaming Apple TV + para o ano de 2021 . O vídeo divulgado mostra um pouco dos bastidores da produção e a rivalidade entre Brother Day, imperador da galáxia, e o psicohistoriador Hari Seldon. Estrelada por Jared Harris, indicado ao Emmy por sua atuação em Chernobyl como Valery Legasov, e Lee Pace, que interpreta Ronan em Guardiões da Galáxia . Lou Llobell, Leah Harvey, Laura Birn, Terrence Mann e Cassion Bilton também fazem parte do elenco da série. Assista ao Teaser: A produção-executiva é de Robyn Asimov - filha do autor da série - junto com David S. Goyer, Josh Friedman, Cameron Welsh, David Ellison e Marcy Ross. O que esperar da adaptação? Inicialmente escrita como uma trilogia, a saga da Fundação conta com 7 livros que narram a história da h